Negócios

04/12/2019

Turismo fatura R$ 112 bilhões até setembro deste ano

Dados foram revelados no Travel & Lifestyle Summit 2019, que destacou a importância da análise de dados para entender o consumidor

Turismo fatura R$ 112 bilhões até setembro deste ano

Especialistas analisaram os desafios do turismo brasileiro na sede da Federação
(Foto: Christian Parente)

O turismo no Brasil obteve faturamento de R$ 112 bilhões entre os meses de janeiro e setembro – aumento de 3,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados do levantamento inédito do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), baseado em números divulgados pelo IBGE, foram divulgados com exclusividade nesta terça-feira (3) durante o Travel & Lifestyle Summit 2019, realizado na sede da Federação em parceria com a B4Tcomm.

“Esse resultado é 38 vezes maior do que foi gasto no e-commerce na Black Friday [realizada na última sexta-feira (29)]. Mesmo tendo menos de 10% da população brasileira que viaja, o dado mostra o quanto o setor é importante para a economia nacional”, analisou a presidente do Conselho de Turismo, Mariana Aldrigui.

Veja também:
Empresas e Poder Público discutem agenda produtiva para os setores de turismo e e-commerce em encontro na FecomercioSP
FecomercioSP atuará junto ao governo federal para melhorar posição do Brasil no Doing Business 
Entrevistados do UM BRASIL falam sobre os desafios de empreender no País

Para falar sobre a imagem do turismo no País, o evento – voltado a profissionais da imprensa e empresários – contou com as participações da chief operating officer da Allpoints Hotel Rewards, Greetje de Haan; do líder da operação do KAYAK no Brasil, Eduardo Fleury; do diretor sênior de market management da Expedia, Marcos Swarowsky; e do diretor-presidente da Emprotur, Bruno Giovanni Reis. Sob mediação da editora do caderno “Viagem” do jornal O Estado de S. Paulo, Adriana Moreira, os convidados destacaram a importância de se observar o comportamento do consumidor e de se ter uma boa estratégia para conseguir alcançar o público direto, seja por meio de sites de buscas, seja por meio de redes sociais.

O diretor-executivo de criação da agência DAVID, Edgard Gianesi, falou sobre os desafios para a diversidade, com cases de sucesso de marcas que trouxeram uma experiência inclusiva para os usuários.

dsc_2159

Presidente do Conselho de Turismo, Mariana Aldrigui, ressalta que o comportamento viagem não desaparece, mas sim, se transforma
(Foto: Christian Parente)

Com um mundo cada vez mais conectado, as dificuldades e oportunidades nesse âmbito foram destaques no painel com a sócia e diretora-comercial do Viaje na Viagem, Elisa Araújo; a diretora-geral do Voopter, Juliana Vital; o head de parcerias da ClickBus, Marcel Bianchi; e o diretor da Bites, Manoel Fernandes. Eles divulgaram dados sobre o que o consumidor mais procura na hora de fazer uma viagem e como o uso da informação com base de dados é importante para o setor turístico. “O comportamento de viagem não desaparece, ele se transforma. Atualmente, viajar é o desejo de todo mundo, algo como um prêmio depois de tanto trabalho. Como setor, não podemos esquecer que o turismo não acontece apenas uma, mas várias vezes ao ano, como em um fim de semana, por exemplo”, ressaltou Mariana Aldrigui, que mediou o bate-papo.

O evento ainda fez uma análise detalhada do impacto das gerações no turismo. Atualmente, a que está em destaque é dos centennials (2001-2010), que prezam por ética, acesso e singularidade e estão em busca de experiências únicas e curadorias de viagens. Segundo a sócia-fundadora da Mapie, Carolina Haro, “as outras gerações não devem ser deixadas de lado, mas é necessário analisar as tendências e para onde se vai a curva no setor”. 

Acompanhe a FecomercioSP
Para saber mais sobre as atividades de advocacy da FecomercioSP ou conhecer as atividades dos conselhos da FecomercioSP, fale conosco pelo e-mail ri@fecomercio.com.br. Se você ainda não é associado, clique aqui e conheça as vantagens.