Economia

26/12/2018

Faturamento do varejo brasileiro na semana que antecede o Natal foi R$ 1,7 bilhão superior a 2017, estima FecomercioSP

Cálculos foram feitos com base em dados da Boa Vista SCPC, que revelaram um crescimento de 3,8% nas vendas do setor entre os dias 13 e 20 de dezembro

Faturamento do varejo brasileiro na semana que antecede o Natal foi R$ 1,7 bilhão superior a 2017, estima FecomercioSP

Segundo estimativa, faturamento em dezembro deve atingir R$ 185 bilhões
(Arte: TUTU)

As compras de fim de ano aumentam e continuam impulsionando os bons resultados do varejo brasileiro. De acordo com as estimativas da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), as vendas do setor entre os dias 13 e 20 de dezembro, semana que antecede o Natal, cresceram 3,8%, R$ 1,7 bilhão a mais em comparação ao mesmo período de 2017. Os cálculos foram feitos com base em dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Considerando todo o mês de dezembro, o faturamento deve atingir R$ 185 bilhões, aumento de R$ 7,7 bilhões, 4,3% a mais em comparação a dezembro do ano anterior.

Veja também:
Após período eleitoral, 2019 deve consolidar retomada da economia, com elevação de 3% do PIB
Intenção do empresário em investir e contratar cresce em dezembro
Parcela de consumidores que pretende comprar algum produto parcelado ou financiado cresce novamente em dezembro

Os dados coletados pela Boa Vista SCPC, em conjunto com outros  indicadores da FecomercioSP, confirmam as boas projeções tanto para o Natal quanto para o ano de 2019. A Entidade destaca que, diante das variáveis como inflação controlada, juros nos menores níveis históricos e uma ligeira recuperação no mercado de trabalho, a intenção de consumo das famílias subiu quase 10% na média do último bimestre em relação ao mesmo período do ano passado.

Ainda de acordo com a Federação, os resultados positivos de vendas estão com base cada vez mais sólida, que deve se estender ao longo do próximo ano. A FecomercioSP ressalta que será o melhor mês de dezembro de toda a série histórica, iniciada em 2008.