Negócios

05/04/2019

Cartão de crédito ganha opção crediário que favorece pequenos negócios

Modalidade que alonga parcelamento reduz risco da venda a prazo e encurta período de recebimento dos valores

Cartão de crédito ganha opção crediário que favorece pequenos negócios

Opção crediário pode ser usada se o cliente for autorizado pela emissora do cartão
(Arte/Tutu)

Lojistas que trabalham com vendas a prazo podem oferecer uma nova modalidade de pagamento a seus clientes. Ao inserir o cartão de crédito na popularmente conhecida maquininha, agora há a opção crediário, na qual o parcelamento pode ser alongado em mais vezes do que o crédito comum, com adição de juros.

A principal novidade é que esse tipo de pagamento reduz o risco de inadimplência de uma venda a prazo, uma vez que quem libera a operação é a instituição financeira emissora do cartão, e não a loja. Com isso, a venda só poderá ser feita pela nova opção caso o consumidor esteja autorizado.

Veja também
Cadastro Positivo deve aumentar vendas do varejo, aponta FecomercioSP
Tendência de juros baixos aumenta expectativa de vendas no comércio em 2019
Mais prático e seguro, cartão responde por 78% das transações comerciais no País

Para o lojista, o crediário no cartão ainda traz a vantagem de receber o valor da venda em um período mais curto e isento de taxas bancárias – vale lembrar que, atualmente, os valores são repassados em 30 dias, em caso de venda em parcela única, ou conforme o número de vezes escolhido pelo cliente no ato da compra.

O novo modelo surgiu de um termo de cooperação celebrado entre o Banco Central e a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). Estima- -se que os juros do crediário se aproximem das taxas cobradas nos empréstimos consignados, em geral mais baixas do que as demais modalidades de crédito.

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) avalia que a nova modalidade é vantajosa para pequenas e médias empresas do setor de comércio, uma vez que estabelecimentos desse porte dificilmente têm condições financeiras para oferecer seu próprio crediário ao consumidor. Além disso, a novidade tem o potencial de estimular as vendas no varejo, contribuindo para a melhora da economia.

Endividamento
A FecomercioSP elabora mensalmente a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), que tem como objetivo diagnosticar o nível de endividamento e inadimplência do consumidor. Das informações coletadas, são apurados indicadores importantes para o empresário, como nível de endividamento, porcentual de inadimplentes, intenção de pagar dívidas em atraso e grau de comprometimento da renda.

A PEIC revela que o cartão de crédito é massivamente responsável pelo endividamento do consumidor – não necessariamente pela sua inadimplência. Prova disso, de acordo com a pesquisa mais recente organizada pela Federação, é que mais de 70% das dívidas contraídas em fevereiro deste ano foram feitas no cartão de crédito.