Editorial

28/11/2018

“Um Panorama Visto da Ponte” tem últimas apresentações no Teatro Raul Cortez

Espetáculo com Rodrigo Lombardi, Sérgio Mamberti e grande elenco leva o público a uma série de questionamentos

“Um Panorama Visto da Ponte” tem últimas apresentações no Teatro Raul Cortez

Clássico de Arthur Miller se mantém atual e pode ser analisado sob diversos ângulos
(Arte: TUTU sobre foto de divulgação)

O espetáculo Um Panorama Visto da Ponte terá as suas últimas apresentações nesta sexta-feira (30), às 21h30; no sábado (1º), às 21h; e no domingo (2), às 18h, no Teatro Raul Cortez, na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

A segunda montagem do clássico de Arthur Miller (1915-2005) no Brasil conta a história de um casal de imigrantes italianos – Eddie Carbone (Rodrigo Lombardi) e Beatrice (Patricia Pichamone) –, que cria a sobrinha órfã Catherine (Gabriella Potye) em Nova York. No entanto, um grande conflito se estabelece com a chegada de dois primos italianos, Marco (Antonio Salvador) e Rodolfo (Bernardo Bibancos), que entram ilegalmente no país americano.

Veja também:   
“Um Panorama Visto da Ponte” traz temas atuais como imigração e delação 
Diretor exalta elenco heterogêneo da peça “Um Panorama Visto da Ponte”
“Um Panorama Visto da Ponte” leva público à reflexão e se mantém atual, diz Rodrigo Lombardi  
“É um sonho realizado remontar esse clássico”, diz Sérgio Mamberti sobre “Um Panorama Visto da Ponte”

Mesmo escrita nos anos de 1950, a peça se mantém atual por tratar também de assuntos contemporâneos, como a imigração e a delação. “Como todo clássico, ele permanece e pode ser revisto por vários ângulos. De certa maneira, esse espetáculo no século 21 dialoga com o público, que vive um momento histórico, pois fala sobre liberdade e paixão, com a dimensão de uma tragédia moderna”, analisa o ator Sérgio Mamberti, que interpreta o advogado Alfiere, narrador e comentador da história.

Além de Mamberti, o elenco também conta com o ator Rodrigo Lombardi, no papel do protagonista Eddie Carbone, que vive um conflito pessoal e familiar, levando o público a uma série de especulações. “A função do teatro é levantar questionamentos para que nos incomodemos e encontremos soluções para mudar o mundo”, reflete.

O espetáculo, dirigido por Zé Henrique de Paula, tem duração de 100 minutos e a classificação é de 14 anos.

Informações da peça "Um Panorama Visto da Ponte"
Data: 30 de novembro, 1º e 2 de dezembro (últimos dias).      
Sexta, às 21h30; sábado, às 21h; e domingo, às 18h. 
Ingressos: R$ 80.    
Teatro Raul Cortez – Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – Bela Vista, São Paulo (SP).