Índice de Confiança do Empresário do Comércio

Confiança dos empresários do varejo sobe em março

Após dois meses consecutivos de queda, motivada principalmente por aspectos sazonais, os empresários se mostraram mais confiantes em março. O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) registrou alta de 6,1% ao passar de 92,7 pontos em fevereiro para 98,4 pontos no mês - maior patamar desde janeiro de 2015. Na comparação com o mesmo mês de 2016, o crescimento foi ainda maior, de 29,7%. Apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), o ICEC varia de zero (pessimismo total) a 200 pontos (otimismo total).

Segundo a assessoria econômica da FecomercioSP, tradicionalmente, as grandes empresas se mantém mais confiantes do que as pequenas, com diferencial positivo de confiança menor neste mês, mas considerando que as grandes empresas são uma parte menor da amostra, os dados tendem a ser mais voláteis mesmo.

Para ter acesso à análise completa, clique aqui.

Sobre

O ICEC é realizado mediante entrevistas com 541 empresas na capital paulista. São capturadas informações sobre as percepções dos empresários com relação à economia, seu setor de atuação e sobre a sua empresa. As questões abordam temas como perspectivas de investimento, contratação de empregados e a situação dos estoques.

Como é obtido

São entrevistas feitas em painel fixo de empresas, com amostragem segmentada por setor (não duráveis, semiduráveis e duráveis) e por porte de empresa (até 50 empregados e mais de 50 empregados). As entrevistas são feitas em local e por telefone, mensalmente, com questionário de nove questões específicas ao segmento. As questões agrupadas formam o ICEC, que por sua vez pode ser decomposto em outros subíndices que avaliam as perspectivas futuras, a avaliação presente e as estratégias dos empresários mediante o cenário econômico.

Utilidades

É um importante instrumento de tomada de decisão de políticas públicas e empresariais. O ICEC é um poderoso indicador, cobrindo informações sobre estoques, investimentos, emprego e as perspectivas de decisões de empresários de um dos maiores setores da economia brasileira, na maior cidade do País.

Análise de Índice

De:

Até:

Selecione ao menos uma das Segmentações para visualização

Conteúdos relacionados