Índice de Preços de Serviços

IPS registra alta de 0,28% em janeiro

O Índice de Preços de Serviços (IPS) registrou aumento de 0,28% em janeiro, ante a alta de 0,62% em dezembro. O indicador acumulou em doze meses alta de 6,10%, muito abaixo do observado no mesmo período de 2016, quando o IPS assinalava elevação de 11,84%.

Considerando os oito grupos que integram o medidor de preços dos serviços, dois registraram quedas em suas variações mensais: habitação, com queda de 0,15%, e transportes, com tímida redução de 0,05%. Na soma dos 12 meses, o segmento de habitação acumulou alta de 4,40%, resultado bem abaixo dos 19,63% registrados em janeiro passado. Já o setor de transportes acumulou alta de 6,11%, também inferior aos 7,27% registrados em 2016.

Segundo a FecomercioSP, o desempenho dos preços no varejo paulista em janeiro revela a volta da trajetória bem menos pressionada que em 2016, o que é bastante favorável para reduzir a restrição orçamentária a que as famílias vinham se submetendo nos últimos anos. Em fevereiro, a Entidade acredita ser provável que o segmento de educação sinta alguma pressão, contudo, este comportamento é sazonal e costuma ser observado no segundo bimestre do ano, e, em abril, os medicamentos deverão exercer alguma pressão, pois o reajuste da categoria se dará em 31 de março. Os alimentos, entretanto, que chegam a comprometer um quarto do orçamento familiar médio, segundo a Federação devem sofrer ainda com variações climáticas no primeiro trimestre do ano, porém as expectativas da safra deste ano são muito favoráveis e as variações na oferta não deverão provocar alterações significativas de preços no restante do ano.

Para ter acesso à análise completa, clique aqui.

Sobre

Índice de Preços de Serviços (IPS) tem como objetivo acompanhar de forma sistemática e distinta a evolução dos preços de serviços e avaliar seu impacto sobre as diversas classes de renda.

Como é obtido

Coleta de variações de preços de 66 itens de consumo de serviços apuradas pelo IBGE e que compõem o cálculo do IPCA na região metropolitana de São Paulo. A soma dos pesos dos 66 itens de serviços é reponderada de forma que somem 100% do consumo de serviços das famílias em média e também na divisão para cada faixa de renda.

Utilidades

O indicador proporciona comparações importantes sobre os efeitos dos preços de serviços sobre os orçamentos não apenas em diferentes faixas de renda, mas também por tipo de consumo das famílias.

Análise de Índice

De:

Até:

Selecione ao menos uma das Segmentações para visualização

Conteúdos relacionados