Índice de Estoques

Expectativa para o Natal altera o Índice de Estoques

Os empresários devem fazer avaliações um pouco mais otimistas para as vendas do Natal, mas responsáveis, já que dificilmente investidores e consumidores assumirão posturas ousadas neste fim de ano. Essa previsão de demanda é importante tanto para a gestão do estoque no último mês de 2018 quanto para o começo do ano que vem.

O fim do período eleitoral e a aproximação do Natal alteraram positivamente os resultados do Índice de Estoques (IE), apurado mensalmente pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Clique aqui e leia a análise completa. 

Sobre

O Índice de Estoques é apurado mensalmente pela FecomercioSP desde junho de 2011. O indicador vai de zero a 200 pontos, representando, respectivamente, inadequação total e adequação total.

Como é obtido

A partir de entrevistas com cerca de 600 empresários do comércio dos municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo.

Utilidades

Da análise dos números, é possível identificar a percepção dos pesquisados em relação à inadequação de estoques para “acima” (quando há a sensação de excesso de mercadorias) e para “abaixo” (caso os empresários avaliem a falta de itens disponíveis para suprir a demanda em curto prazo).

Análise de Índice

De:

Até:

Selecione ao menos uma das Segmentações para visualização

Conteúdos relacionados